Tradutor

English French German Spain Italian Dutch Russian Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

19 de jul de 2010

Metamateriais, você conhece?

 Nos últimos anos, vários centros de pesquisa pelo mundo estão desenvolvendo novas tecnologias que tem como foco o mundo microscópico, dentre elas se destaca a nano tecnologia que está em pleno desenvolvimento, porém recentemente um novo tipo de tecnologia me chamou a atenção, são os metamateriais.
Os metamateriais são um novo tipo de compostos fabricados artificialmente que unem propriedades dos materiais que os constituem. As propriedades são apresentadas apenas quando os elementos são dispostos da maneira correta, ou seja, são organizados molécula por molécula, ou átomo por átomo.
 Uma das propriedades mais desejadas do metamateriais, é a invisibilidade, é isso mesmo, fazer um material invisível ao olho humano. Para fazer isso os pesquisadores possuem várias linhas de pesquisa, uma delas envolve o magnetismo, fabricando um material que possui um campo magnético tão forte que é capaz de desviar a luz. Como a maioria sabe, a luz é uma radiação eletromagnética, responsável por tornar os materiais visíveis. Falando de uma forma mais simples, a luz bate no material sendo refletida em direção aos nossos olhos, por isso que no escuro não conseguimos enxergar nada, pois existe ausência de luz. Com um metamaterial que possui essas propriedades, a luz o contornaria, o tornando invisível aos nossos olhos. Como uma grande parte das tecnologias revolucionárias os metamateriais estão sendo pesquisados principalmente no meio militar, afim de fazer vestimentas que tornem os soldados invisíveis, deixando uma tropa praticamente indestrutível.

Artigo baseado em:
http://ciencia.hsw.uol.com.br/tanque-invisivel1.htm
URL da imagem
http://shelbyworld.files.wordpress.com/2008/10/material_invisibilidade.jpg

2 comentários:

  1. Mano, muito interessante essa sua matéria.
    Cada conhecimento que é oferecido é de grande importância para o desenvolvimento tanto da sociedade quanto de nossa própria consciência. Estou seguindo, e parabéns pela qualidade do blog.

    ResponderExcluir